Walter Siti

Escritor | Itália

Walter Siti nasceu em 1947, na cidade de Modena. Diplomou-se em 1970 pela Scuola Normale Superiore di Pisa. Leccionou na Universidade de Calábria entre 1974 e 75 e regressou a Pisa para, desta vez, exercer a docência até 1987. Depois de ter conquistado, por concurso, a cátedra de Literatura Italiana Moderna e Contemporânea, dedicou os 20 anos seguintes ao ensino universitário em Aquila.

Como crítico literário, escreveu dois livros sobre a poesia italiana da nova vanguarda e sobre a poesia neo-realista e coordenou, para o Meridiani de Mondadori, a obra completa, em 10 volumes, de Pier Paolo Pasolini.

Nos últimos anos, afastou-se da escrita ensaística e canalizou energias para o romance. Com a chancela Einaudi, publicou Scuola di nudo, Un Dolore Normale, La Magnifica Merce (contos) e Troppi Paradisi. Com a Mondadori, deu à estampa Il Contagio e Autopsia dell’ossessione. Sob os auspícios da editora Rizzoli, publicou Il Canto Del Diavolo e Resistere Non Serve a Niente, romance com o qual conquistou o Prémio Strega 2013, o mais importante galardão para autores italianos. Depois do Strega, regressou aos escaparates com Exit Strategy.

A Granta – Italia, editada pela Rizzoli, tem Walter Siti como director.