Raquel Nobre Guerra

Escritora | Portugal

Raquel Maria Nobre Guerra de Oliveira (n. Lisboa). Licenciada em Filosofia, Mestre em Estética e Filosofia da Arte pela FLUL; Ex-bolseira da FCT para o doutoramento, com área de especialização em Literatura Portuguesa. Colaborou em 2008 com a Equipa Pessoa, sob orientação de Jerónimo Pizarro, na Biblioteca Nacional, e no projecto de digitalização da biblioteca pessoal de Pessoa na Casa Fernando Pessoa. Já foi membro de diversos Centros de Filosofia e Literatura da Faculdade de Letras, embora agora não seja membro de nada. Tem como primeiro livro de poesia «GROTO SATO», editado pela Mariposa Azual em 2012 e duas pequenas publicações em 2013 a plaquete «SAUDAÇÃO A ÁLVARO DE CAMPOS» que se devia chamar «ODE MOLHADA», generosamente impressa por Manuel Cintra, pela colecção Palavras Por Dentro, com desenho original de Luís Manuel Gaspar; e «QUARTO 28: SMS’S DE AMOR E ÓDIO ENVIADOS DE 13 PARA 14 DE JUNHO» pela Amor-Livro, Residências no Largo. É DJ para os amigos numa danceteria ao Cais do Sodré. Vai largar a academia em breve. Prepara-se para sair na Douda Correria com «Senhor Roubado». Integra a colectânea «70 poemas para Adorno», a publicar pela Nova Delphi durante o Festival Literário da Madeira 2015.