Paulo Moura

Moderador | Portugal

Jornalista do jornal Público desde a sua fundação, em 1989, Paulo Moura nasceu em 1959. Em 1989, concluiu o curso em Comunicação Social pela Escola Superior de Jornalismo do Porto. No mesmo ano, iniciou funções no jornal Público. Correspondente permanente nos Estados Unidos, Canadá e México, o jornalista e escritor regressou a Portugal e assumiu a edição da revista Pública. A partir do ano 2000, Paulo Moura notabilizar-se-ia pelo trabalho realizado em cenários de guerra e de catástrofes naturais. Mais tarde, o repórter acompanhou, in loco, as consequências do sismo que fustigou o Haiti e mediu a pulsação à “Primavera Árabe”. O seu Diário da Primavera Árabe, escrito a partir do Egipto e da Líbia, justificou a atribuição do Prémio Gazeta na categoria de Imprensa, galardão que se junta a três Grandes Prémios de Reportagem Escrita do Clube Português de Imprensa e ao Prémio de Jornalismo «O Futuro da Europa», atribuído pela Comissão Europeia. Autor de Otelo, o Revolucionário, Paulo Moura tem um romance publicado, O Tesouro de Lisboa, para além de O Fim das Miragens, Passaporte para o Céu e O Segredo da Cartuxa. Longe do Mar é o mais recente livro do autor e jornalista.